segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

VARIACOES DE CAPITALISMO

Conheco este texto desde que comecei a pensar em Economia, mas continua atual: CAPITALISMO IDEAL Você tem duas vacas Vende uma e compra um boi Eles multiplicam-se, e a economia cresce. Você vende a manada e aposenta-se. Fica rico! CAPITALISMO AMERICANO Você tem duas vacas. Vende uma e força a outra a produzir o leite de quatro vacas. Fica surpreso quando ela morre CAPITALISMO JAPONÊS Você tem duas vacas Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produzam 20 vezes mais leite. Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e vende-os para o mundo inteiro. CAPITALISMO BRITÂNICO Você tem duas vacas As duas são loucas. CAPITALISMO HOLANDÊS Você tem duas vacas Elas vivem juntas, em união de facto, não gostam de bois e tudo bem. CAPITALISMO ALEMÃO Você tem duas vacas Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de quantidade e horário previamente estabelecido, de forma precisa e lucrativa. Mas o que você queria mesmo era criar porcos CAPITALISMO RUSSO Você tem duas vacas Conta-as e vê que tem cinco Conta de novo e vê que tem 42. Conta de novo e vê que tem 12 vacas Você pára de contar e abre outra garrafa de vodka CAPITALISMO SUÍÇO Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua Você cobra para guardar a vaca dos outros CAPITALISMO ESPANHOL Você tem muito orgulho de ter duas vacas CAPITALISMO BRASILEIRO Você tem duas vacas Uma delas é roubada O governo cria O IVVA -Imposto de Valor Vacuum Acrescentado. Um fiscal vem e multa-o porque, embora você tenha pago corretamente o IVVA, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais. O Ministério da Fazenda, por meio de dados também presumidos do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro, botões, presume que você tenha 200 vacas e para se livrar do sarilho, você dá a vaca que resta ao fiscal para que ele feche os olhos e dê um jeitinho...

2008 - Economia no Carnaval II

Hoje, segundona de carnaval, estou aproveitando e arrumando papéis. Também estou criando uma lista onde adicionarei os livros que já tenho aqui na fazenda. Aos poucos, já que pesam $ bastante, pretendo recolher os que deixei no apartamento em Fortaleza. Recomendo a todos terem a sua própria biblioteca. Afinal, José Mindlin comecou um pouco mais cedo do que eu e hoje tem lá pelos seus quase 50.000 exemplares. Um dia chego perto... Também publicarei textos interessantes que me chegam e, ao divulgá-los, tenho certeza que o leitor será bem recompensado.

sábado, 2 de fevereiro de 2008

2008 - Economia no Carnaval I

Lendo tantos comentários de colegas em outros blogs, não posso deixar de contribuir com o mundo em que vivo, numa mistura bem vida $econômica$, literalmente.
Vamos lá para o meu comentário número UM: Misturar economia e carnaval é o meu forte. Fui a um jantar no apartamento de uma amiga, rimos bastante de piadas picantes, jantamos bem e nada falamos de carnaval. Agora, vou ler algo antes de dormir. Afinal, depois de muita consulta consegui comprar hoje o peso pesado DIPLOMACIA do Kissinger. Nada como uma boa história para entender a vida.