Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

BRASIL: UM PAÍS AINDA A ESPERA DO FUTURO? ATÉ QUANDO?

Por essa o nosso Lula não esperava. O Prêmio Nobel de Economia Paul Krugman afirmou que o Brasil teve um desempenho "formidável" durante a crise global, mas que o país continua a ser mais uma "esperança" do que uma certeza de crescimento. "Todos conhecem a piada de que o Brasil é o país do futuro e sempre será. Ainda não vemos no Brasil o tipo de crescimento que encontramos na Ásia. Então, eu acredito que segue sendo uma esperança, e não uma perspectiva certa".Não é por nada não, mas nem sempre 80% estão certos. Por vezes, UM homem derrota UM exército. Copa do Mundo e Olimpíadas no Brasil: Roma já viu esse filme...

80 ANOS DE CRISES? ACREDITEM COM MODERAÇÃO!

É muito interessante que a divulgação do resultado do PIB dos Estados Unidos em 29/10/2009, um crescimento de 3,5% no terceiro trimestre deste ano, em comparação aos três meses imediatamente anteriores, com isso significando que o país saiu da recessão, após quatro trimestres consecutivos de encolhimento da economia, tenha ocorrido justamente quando a Crise de 29/10/1929 completava OITENTA anos.Esse é o CAPITALISMO ressurgindo das cinzas, mas sem concorrente à altura...

US$ SINAL DE ALERTA - 31/10/2009

Para encerrar o mês de OUTUBRO/2009, vendo que o mundo capitalista NÃO acabou, um artigo do Professor ANTONIO DELFIM NETO, na Folha de S. Paulo, com o sugestivo nome: SINAL DE ALERTA. A valorização excessiva do real continua sendo o fator principal do fraco desempenho do comércio exterior brasileiro. Inviabiliza uma boa parte das exportações industriais devido à elevação dos preços numa conjuntura mundial já bastante desfavorável; na mão inversa, facilita as importações a baixo custo, expondo a indústria nacional à concorrência muitas vezes predatória em nosso próprio mercado interno. O argumento de que a valorização do real se assemelha à das demais moedas como contrapartida à desvalorização do dólar não se sustenta: dados do Fed, apresentados na atualizada coluna da jornalista Vera Saavedra Durão no "Valor Econômico" desta segunda-feira, mostram que "a taxa de valorização média de uma ampla cesta de moedas em relação ao dólar foi de 6% entre 31 de dezembro de 2008 e 2…

ARMÍNIO FRAGA NO VALOR ECONÔMICO

Neste final de um mês muito complexo, no VALOR ECONÔMICO de hoje, uma excelente entrevista com ARMÍNIO FRAGA. Destacamos abaixo os principais textos da matéria da jornalista CLAUDIA SAFATLE.A regulação do pré-sal, o avanço dos bancos públicos, a ingerência na Vale são, para Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central e presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores, sinais perigosos de "patrimonialismo" - o Estado servindo a interesses partidários, privados e sindicais. "Defendo a reestatização do Estado", diz.Armínio se preocupa com a ação agressiva do governo Lula na ampliação da presença estatal na economia. "É algo na linha básica de que ou se adere a essa visão de Estado máximo ou não se é patriota", afirma.Em entrevista ao Valor, Armínioalerta sobre a necessidade de boas regras de governança na gestão da nova riqueza que o pré-sal deve produzir, que pode fazer do Brasil "um colossal gestor de ativos". Ele avalia que é possív…

CINEMA TAMBÉM É ECONOMIA

Para fechar com chave de ouro um final de semana de muitas expectativas, pouca coisa de economia, um post, uma tarde inglesa, algumas leituras, um trabalho da FGV, estou chegando do cinema onde, finalmente, depois de longa espera, estreou em Belém, o EXCEPCIONAL filme BASTARDOS INGLÓRIOS - http://www.inglouriousbasterds-movie.com/.Recomendável com louvor. Nota dez. Afinal, como escreveu o pensador e escritor alemão Johann Von Goethe “Seja lá o que você saiba fazer, ou sonha que sabe, comece a fazê-lo. Existe gênio, poder e mágica na audácia.” E TARANTINO mais uma vez supera-se.

FOTO DE UMA FAMÍLIA FELIZ

Uma típica família americana, fotografada pela minha fotógrafa predileta: ANNIE LEIBOVITZ. E um ótimo final de semana para todos.

FOLHA ENTREVISTA LULA - ECONOMIA

Eu JURO que quase não acreditei na notícia, mas estava lá na manchete de capa da FOLHA DE S. PAULO de hoje: NO BRASIL, CRISTO TERIA QUE SE ALIAR A JUDAS, DIZ LULA. Realmente, a política tem a cara do nosso governo. Que coisa!!! Imaginem a cena: JESUS ALIADO A JUDAS!!! Ainda bem que JESUS não conheceu BRASÍLIA. Na capita brasileira, realmente TODAS as alianças são possíveis. Pinçei da FOLHA, algumas questões respondidas por LULA sobre a ECONOMIA. Vamos ler com atenção o nosso Presidente. Afinal, entrevista de LULA é coisa RARA de ser ler... FOLHA - Com o dólar no patamar de R$ 1,70 e juros ainda altos na comparação com outros países, o sr. não teme viver uma crise cambial em 2010 ou deixar uma bomba-relógio para o sucessor? LULA - Nunca trabalhei com juros altos tendo como parâmetro outros países. FOLHA - Mas os juros no Brasil são altos, e o sr. reclama. LULA - Sei. Mas trabalho na comparação com o que era. Em vez de ficar achando que a calça do outro é apertada, eu vejo a minha de manhã…

VIOLÊNCIA SEM GOVERNO - VERGONHA

Um Brasil que se diz preparado para sediar uma Copa do Mundo, uma Olimpíada e ainda quer participar do Conselho de Segurança da ONU, deve primeiro fazer seu dever de casa. A situação carioca, que é semelhante no país em geral, é um caso de VERGONHA NACIONAL. Novamente, direto de FORTALEZA, a crítica inteligente do jornal O POVO.

A VALORIZAÇÃO DO REAL É REAL?

Quem diria que um dia o FINANCIAL TIMES publicasse que "um Brasil bem-sucedido terá que conviver com um real forte. O imposto não altera esse fato, mas ajuda a manter a tarefa administrável." E aí, nosso Mestre SINFRÔNIO, ajuda a entender a situação, diretamente de FORTALEZA, lá do DIÁRIO DO NORDESTE.

O ESTADO DO PARÁ NAS PÁGINAS DA REVISTA VEJA

É muito triste para um cearense, trabalhador no interior do estado do PARÁ, ler na VEJA desta semana que o presidente da siderúrgica COSIPAR, tenta há UM ANO convencer o governo do PARÁ a cumprir uma ordem de reintegração de posse emitida pela JUSTIÇA e até o momento, NADA FEITO. Título da matéria: O PARÁ É MESMO TERRA SEM LEI. Sinceramente, como gostaríamos de ler matérias sobre o nosso PARÁ diferentes dessas. O que devemos fazer para MUDAR com isso de vez? Como um estado tão rico possui indicadores de qualidade de vida tão ruins para à sua população? Neste caso, acredito que temos que apelar não para o Bispo (afinal, o daqui foi transferido para a cidade do Rio de Janeiro e o sucessor ainda não chegou), mas para a VIRGEM DE NAZARÉ. Amém.

DÓLAR E GASTOS EM 2010

Esta preocupação nacional, notadamente dos exportadores, pelo câmbio valorizado de R$ 1,70 em média, “não é necessariamente ruim”. E quem fala conhece do assunto: JIM O’NEILL, chefe de pesquisa econômica do banco de investimentos Goldman Sachs alçado à condição de popstar do mercado financeiro global pela criação do termo BRIC (grupo de potências emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia e China. Preocupação devemos ter é com os gastos “eleitorais” em 2010, não direcionados para áreas como educação e infraestrutura.

ROUBINI E A SUA VISÃO DO B R I C

Hoje na FOLHA DE S. PAULO, NOURIEL ROUBINI, pergunta: OUTRO BRIC NA PAREDE? Lembramos que o colega economista Nouriel Roubini, que passa a escrever mensalmente na Folha, é professor de economia da Universidade de Nova York e sócio da empresa de consultoria RGE Monitor. É filho de pais iranianos, nasceu na Turquia, mudou-se para Teerã na infância e se naturalizou norte-americano. Concluiu, em 1982, a graduação em economia pela universidade italiana Luigi Bocconi e, em 1988, obteve o doutorado pela Universidade Harvard. Roubini passou a ser reconhecido como um dos analistas econômicos mais importantes do mundo após prever a crise originada nos Estados Unidos. Em setembro de 2006, ele foi o primeiro a afirmar que o estouro da bolha no mercado imobiliário do país levaria os Estados Unidos a uma de suas piores crises na história. O economista defende um controle maior das instituições financeiras. Segundo ele, não se pode esperar que o mercado se regule. Roubini afirma que, se a regulaç…

DÓLAR PREJUDICA RE-REELEIÇÃO 2010?

E lá vem a intervenção estatal no livre mercado. Qual será o resultado? Veremos em breve. Por que Henrique Meirelles não permanece no BACEN até o final do governo e, ao mesmo tempo, o governo busca incentivar a produtividade das empresas? Para isso, contamos com o sensacional SINFRÔNIO, no nosso DIÁRIO DO NORDESTE de FORTALEZA.

A COMPLEXA ECONOMIA E SEUS TEXTOS.

Li a pouco em algum site que a sociedade não tem tempo para a leitura de textos extensos, que deseja ler rapidamente tudo que acontece no mundo, que formamos uma multidão de instantâneos etc. Sorry. A princípio, não é o caso deste blog. Gostamos de publicar artigos de excepcionais colegas, algumas vezes extensos, porém, necessários para a compreensão desta nossa tão complexa ECONOMIA. E esperamos que sejam bem aproveitados pelos nossos quase dois fiéis leitores.

A ECONOMIA DE TODOS NÓS EM 2009

Direto do FINANCIAL TIMES, um interessante artigo com o título UM ANO HUMILHANTE PARA OS ECONOMISTAS BRIGUENTOS. Precisamos mesmo refletir bastante sobre isso. Estes são tempos lúgubres para a ciência lúgubre, ou assim prosseguem as queixas. A principal acusação é de que a economia fracassou em prever a crise financeira e tem poucas ideias a respeito de como impedir uma repetição.Na última segunda-feira (12), o Prêmio Nobel anual de Economia foi concedido pela primeira vez para uma mulher, a americana Elinor Ostrom, compartilhando a glória com o também americano Oliver Williamson (não é tecnicamente um Nobel de fato, mas não vamos entrar neste assunto) e, com ele, uma base proeminente de credibilidade a partir da qual pregar ao mundo. Dado o estado da disciplina, o Nobel realmente deveria ser concedido? Sendo um economista, eu vou presumir que a resposta seja sim, sem sentir a necessidade de provar. Mas poderia ser de ajuda acompanhar o prêmio com um rebaixamento judicioso da certeza e…

OS RUMORES DA MORTE DO DÓLAR SEGUNDO MARTIN WOLF SÃO MUITO EXAGERADOS

Conforme prometido anteriormente, leiam abaixo o artigo do MARTIN WOLF “BOATOS SOBRE A MORTE DO DÓLAR”, direto do FINANCIAL TIMES. É a temporada do pânico quanto ao dólar. E os responsáveis pela propagação do pânico são muitos: os investidores em ouro, os proponentes da linha dura fiscal e muitos outros observadores que parecem concordar em que o dólar está em seu leito de morte. Um colapso hiperinflacionário está à espera. Será que isso faz sentido? Não. Mesmo assim, o sistema monetário mundial baseado no dólar apresenta defeitos. Seria bom começar a construir arranjos alternativos. Deveríamos começar pelo que não está acontecendo. No pânico recente, as crianças correram na direção da mãe, ainda que os erros desta tenham boa parte da responsabilidade pela crise. O dólar subiu 20% entre julho de 2008 e março deste ano. Desde então, perdeu boa parte de seus ganhos. Assim, a queda do dólar é um indicador de sucesso, e não de fracasso. Será que podemos encontrar sinais mais profundos de q…

JOCÉLIO LEAL DIRETO DE FORTALEZA

Quando morava em Fortaleza e lia diariamente o jornal O POVO, JOCÉLIO LEAL era uma das minhas primeiras leituras. Mesmo atualmente morando no interior da selva amazônica, sempre que posso acesso a coluna do JOCÉLIO e ficamos sabendo de TUDO que acontece na ECONOMIA cearense. Com vocês, um pouco da linguagem do nosso estimado colega, na edição de hoje.“Agora demorou, mas parece que o Brasil está começando a se tornar um País capitalista. O conceito internacional cresceu e osinvestimentosinternacionais idem. Ao tempo em que sobe a participação de fundos estrangeiros, decola também a indústria deste setor no País. Private Equith e Venture Capital avançam e levam junto aeconomiabrasileira ao abrir um cardápio importante para o mercado de capitais. Os Fundos de Private Equith e Venture Capital captaram deinvestidoresinstitucionais (fundos de pensão, fundos soberanos de governo, instituições financeiras, seguradoras, pessoas físicas e investidores internacionais) expressivos US$ 26,6 bilhõe…

O DÓLAR É MESMO MOEDA FORTE?

Até onde irá a cotação do dólar? Amanhã, o comentário de MARTIN WOLF, direto do FINANCIAL TIMES sobre a AINDA poderosa moeda. Pelos menos enquanto estivermos por esta TERRA, não acredito que teremos uma moeda como o US$. China? União Européia? Brasil? Esse pessoal ainda tem muito a fazer...

FERNANDA MONTENEGRO - 80 ANOS

Este blog, aqui direto da selva amazônica, rende suas homenagens a nossa maior atriz, na comemoração de seus 80 anos. PARABÉNS A EXCEPCIONAL FERNANDA MONTENEGRO. Afinal, ECONOMIA também é CULTURA.

O BRASIL E AS PRIVATIZAÇÕES - 2010 CHEGANDO...

Para quem AINDA é contra as privatizações no governo FHC, leio na FOLHA de hoje que no caso da VALE, "o governo reinvoca um suposto interesse nacional para legitimar a tentativa de convertê-la em instrumento político. A empresa sob ataque especulativo da sanha estatizante é, porém, caso exemplar de privatização bem-sucedida. Em 1997, quando foi privatizada, a Vale tinha cerca de 10 mil empregados; hoje conta com 60 mil - soa como mero pretexto, portanto, que o Planalto tome cerca de 4 mil demissões recentes na empresa, por conta da crise mundial, para desestabilizar sua direção. Seu valor de mercado passou de US$ 8 bilhões para US$ 125 bilhões. O lucro líquido foi multiplicado por 29. Se há algo que o governo deveria fazer em relação à Vale é retirar, complemente, seus tentáculos da mineradora". Por que será que o governo quer retomar a VALE para seus domínios? Alguma dúvida?

SUPERFREAKONOMICS - O RETORNO

Para quem leu FREAKONOMICS e aprendeu divertindo-se OU divertindo-se aprendeu ECONOMIA, aguardamos o retorno do SUPERFREAKONOMICS, do colega STEVEN LEVITT e do jornalista STEPHEN DUBNER, lançamento nos Estados Unidos dia 20 próximo. (Esperamos em breve por aqui, neste país abençoado por DEUS e bonito por natureza). Para termos uma ideia do sucesso que foi o livro anterior: com vendas superiores a 4.000.000 de exemplares e tradução para mais de 35 idiomas, tornou-se o livro de ECONOMIA mais popular da história. Esperamos que o novo livro seja tão bom ou melhor do que o primeiro e que o merecido SUCESSO continue. Afinal, ECONOMIA é tudo. Ou nada! Depende...

IMPOSTO DE RENDA - VOCÊ JÁ RECEBEU?

Direto da bela cidade de Fortaleza, lá do nosso jornal O POVO, uma imagem que demonstra a personalidade de um governo generoso com a sua própria política e esquecido de quem efetivamente paga o pato, quero dizer, a conta.

PARA FUGIR DO DR. EINSTEIN SOMENTE LENDO ALEXANDRE SCHWARTSMAN

Sou leitor do ALEXANDRE SCHWARTSMAN tanto na Folha de S. Paulo, quando no seu blog. Economista-Chefe do Grupo Santander Brasil, doutor em Economia pela Universidade da Califórnia e ex-Diretor do Banco Central, tudo isso é importante mesmo, MAS o colega e mestre tem a facilidade e a inteligência de escrever de maneira agradável e didática, assuntos que em outras mãos teriam um resultado ácido. Para completar, o tema de hoje é aquele que estou buscando uma visão de futuro: o quase ainda todo poderoso US$. Por isso tenho o prazer de divulgar no meu blog, para os meus quase dois leitores, sua coluna de hoje. E uma excelente leitura a todos.Dizia EINSTEIN que a definição de insanidade consiste em fazer as mesmas coisas, do mesmo jeito, e esperar que os resultados sejam diferentes. Lembrei-me disso ao ler artigo publicado na semana passada acerca da possibilidade de o Tesouro passar a intervir no mercado cambial com o objetivo de evitar a apreciação do câmbio. Visto que a intervenção ocorre…

AINDA SOBRE O NOBEL DE ECONOMIA 2009

Direto da Folha de S. Paulo de hoje, Toni Sciarretta explica que “No ano da crise macro, prêmio vai para o micro”. E como tínhamos postado antes da premiação, acertamos ao afirmar que o prêmio seria mais técnico do que político. No ano da maior crise financeira desde 1929, seria esperado que o Prêmio Nobel fosse para algum trabalho que ajudasse a compreender melhor as forças de mercado que levam o mundo, de tempos em tempos, para o colapso. Em vez disso, a academia laureou pesquisas talvez menos ambiciosas, mas não menos importantes, que focam o papel de empresas e indivíduos - particular e coletivamente - na crise e seus mecanismos internos para se manterem no jogo do mercado.Segundo analistas, o prêmio foi uma vitória do mundo real e das pessoas comuns sobre o fundamentalismo de mercado, que apregoa a busca da eficiência e a tendência de equilíbrio de preços, mas que não impede a instalação do caos.S Discute aspectos de regulação e de autorregulação a partir dos interesses de cada …

NOBEL DE ECONOMIA 2010 - USA

Para quem AINDA pensa que tudo está perdido no mundo capitalista, esta eu li a pouco no The New York Times: Two Americans Share Nobel in Economics. Parabéns aos laureados e que DEUS continue abençoando a América.

NOBEL DE ECONOMIA 2010

Direto do ESTADÃO, matéria completa sobre os novos ganhadores do NOBEL de ECONOMIA 2010. Num ano que OBAMA foi laureado com o NOBEL DA PAZ, uma mulher recebe o de ECONOMIA pela primeira vez. ESTOCOLMO - Os americanos Elionor Ostrom e Oliver Williamson ganharam o Prêmio Nobel de Economia 2009 por seus trabalhos sobre a governança econômica, conforme informou nesta segunda, 12, o comitê do prêmio. A dupla estuda a forma como as decisões são tomadas fora dos mercados, nos quais muitos economistas focam.Professora da Universidade Indiana em Bloomington, Illinois, Elionor é a primeira mulher a vencer o prêmio desde 1968, ano de início da premiação. Ela é também a quinta mulher a receber o Nobel só neste ano, um recorde. Antes desta segunda-feira, 62 homens já haviam conseguido a honraria, lançado em 1968, para celebrar o 300º aniversário do Banco Sueco.O Nobel de Economia é oficialmente chamado Prêmio Sveriges Riksbank em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel. Os dois economistas …