sexta-feira, 1 de julho de 2016

4,5% é a meta para a inflação de 2018.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu, em reunião nesta quinta-feira (30/06), fixar em 4,5% a meta para a inflação em 2018. O intervalo é de 1,5 ponto percentual, para cima ou para baixo. 
“Como recomenda a boa prática, o Conselho avaliou a conjuntura macroeconômica doméstica e externa e concluiu ser oportuno fixar a meta em 4,5%”, disse o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Carlos Hamilton. Ele afirmou que a decisão foi tomada por unanimidade. 
Para 2017, Hamilton confirmou a meta de 4,5% para o IPCA, também com intervalo de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos. O CMN fixou ainda em 7,5% a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para o terceiro trimestre deste ano, o mesmo nível em que está atualmente.

Nenhum comentário: