quarta-feira, 25 de junho de 2008

DONA RUTH - SAUDADE

Neste mundo de tantas noticiais, estou triste com a morte de dona Ruth. Por duas vezes, em Brasília, estive com sua filha e, na época, secretária do pai: uma vez no Planalto e outra na residência da filha. Apesar de não ter sido aluno de dona Ruth, sempre mantive por ela grande admiração. Uma mulher inteligente, culta, discreta, honesta, ponderada, educada, firme, autêntica e, além de preocupada em melhorar o mundo, ela fazia a sua parte. E muito bem. Casada com um intelectual brilhante, não permanecia à sua sombra. Se por trás de um grande homem existe uma grande mulher, neste caso eu não tenho nenhuma dúvida. Ela, além do exemplo, deixa-nos grande SAUDADE.

3 comentários:

Márcio Laurini disse...

João

Realmente uma grande perda, um símbolo de um país que um dia acreditou na educação e na cultura.

Quanto ao seu comentário, só tiro férias das aulas, continuo trabalhando o dia todo.

Elaine Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine Luz disse...

Caro Jonh,

Uma grande mulher, e como vc mesmo colocou nunca esteve a sombra.
Como outras que estão ou já estiveram em seu lugar.

Bom domingo