terça-feira, 21 de dezembro de 2010

CHEGA DE SONHAR.

Li na FOLHA DE S. PAULO este artigo do GUSTAVO GERBASI e, considerando a época atual, gostaria de divulgar aos meus quase dois leitores. O GUSTAVO CERBASI é autor de "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos" (ed. Gente) e "Como Organizar Sua Vida Financeira" (Campus) e mantém o site www.maisdinheiro.com.br. Boa leitura a todos!

As festas de final de ano nos proporcionam um forte sentimento de generosidade. É por causa desse sentimento que presenteamos mais, seja para parentes, para o amigo secreto ou para nós mesmos; tornamo-nos mais indulgentes. A generosidade de final de ano também nos leva a doar mais, com gorjetas e caixinhas mais polpudas para o lavador de carros e para a empregada doméstica, ou mesmo para o gari que varre nossa rua somente durante a primeira quinzena de dezembro. É também como consequência da tal generosidade que, a instantes do final do ano, prometemos a nós mesmos que realizaremos no ano novo tudo aquilo que não conseguimos nos últimos cinco anos. Não importa se conseguiremos conquistar ou não o que prometemos. Perder cinco quilos? Voltar à pós-graduação? Limpar o armário dos fundos? Começar a contribuir para o VGBL? Bater a inalcançável meta de vendas da empresa? Tanto faz, quando não temos muita esperança da conquista. O que importa é fazer a promessa e torcer, afinal a sorte que nos faltou até hoje pode resolver sair debaixo do colchão nesse ano novo, não? Taí a grande hipocrisia coletiva de Ano-Novo! Ano após ano, prometemos, torcemos, desistimos antes do meio do ano após constatar nosso provável fracasso e então começamos a torcer pela chegada do fim do ano para fazer novas promessas. Ano após ano, o ciclo se repete, a história não muda. Mudam, talvez, os sonhos, mas não mudamos nossa história. Promessas não passam de pura expectativa do futuro enquanto não adotamos nenhuma ação para que elas se concretizem. Se você quer realmente realizar seus sonhos em 2011, pare de sonhar, deixe de simplesmente prometer. Assuma seus sonhos como projetos pessoais, faça as contas de quanto tempo e/ou dinheiro você precisa para concretizá-los e, simplesmente, aja. Em vez de desejar poupar 10% da renda, assuma esse compromisso de forma objetiva, entrando em seu internet banking e cadastrando uma aplicação automática mensal no valor que pretende poupar. Investir assim que o dinheiro entra em sua conta é bem diferente da simples intenção de poupar se ou quando sobrar dinheiro. Uma vez garantida a disciplina que construirá seu sonho tijolinho a tijolinho, seu trabalho não será mais o de batalhar durante um ano para alcançar um grande objetivo, mas sim de se virar por um mês com o dinheiro que sobra após garantir seu objetivo. Se, a cada mês, você faz o pequeno esforço necessário para alcançar sua grande meta, o trabalho fica menor, e seu desgaste também. O problema por trás do insucesso de nossas promessas é que muitas pessoas passam a vida sonhando demais e esquecem de agir para concretizar seus sonhos. Peter Drucker, o maior pensador na ciência da administração, dizia que a melhor maneira de prever o futuro é construí-lo. Uma construção não é feita de sonhos, mas sim de projetos e de várias ações para completar as diversas fases deles. Descobri, ao planejar, executar e finalizar diversos projetos em minha vida e na vida de meus clientes, que um sonho bem planejado tende a acontecer antes ou melhor do que o inicialmente previsto. O motivo é simples: no momento em que planejamos, temos um conhecimento sobre nosso projeto bastante inferior ao conhecimento que acumularemos nos meses ou nos anos seguintes. Projetos benfeitos e praticados com foco sofrem um processo contínuo de melhoria e, por isso, tendem a ser finalizados em condição melhor do que o previsto. Por isso, ao nos aproximarmos de mais uma virada de ano, não quero desejar que seus sonhos se realizem, mas sim que sejam realizados os planos que o conduzem aos sonhos, que você tenha atitude e disciplina para torná-los concretos. Aproveite o fim de ano para fazer planos. Em 2011, apenas os execute. Essa receita já é suficiente para que você tenha um ano novo mais rico, talvez até com muito dinheiro no bolso.

Nenhum comentário: