quinta-feira, 12 de abril de 2012

Economia em números.


Conforme solicitação de dois fiéis leitores, sempre que possível este post estará sendo atualizado com os números mais divulgados no mundo da economia. Vamos iniciar então?

PIB Brasil 2009: (-) 0,3% - 2010: 7,5% - 2011: 2,7%.
PIB nominal em milhões de reais: 2010 3.770.085 e 2011 4.143.013.
PIB em milhões de US$ 2010: 2.087.889. 
PIB China 2011: 9,2%.
PIB por hora trabalhada em 2011 (em US$): Estados Unidos: 62 e Brasil: 11.
Exportações Fevereiro/2012: US$ 258,3 bilhões.
Importações Fevereiro/2012: US$ 229,6 bilhões.
Taxa básica de juros Selic: 9,75% ao ano.  
Reservas internacionais: US$ 356,3 bilhões.
Inflação - IPCA 12 meses: 5,24%.
População 2010: 190.755.799.
Dívida pública total em percentagem do PIB: 2010 39,15% e 2011: 36,49%. 
Risco Brasil em 2011: 186 e 2011: 208.
Taxa de desemprego em 12/2011 4,7% - 01/2012 5,5% e 02/2012 5,6%. 


Fontes: IBGE - Ipeadata - Banco Mundial - Revista Exame - Banco Santander.

4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa e obrigado

Gustavo Stein disse...

E se acrescentasse Divida publica? Nao acredita ser um bom numero a ser divulgado? Poderia incluir a divida e sua evolucao, ou entao a relacao divida / pib...
Parabens pelo blog. Passo sempre por aqui.

João Melo disse...

Caro Gustavo Stein,

Obrigado pela visita.

OK. Indicador atualizado com a dívida pública. Sempre que possível irei acrescentando novos números.

Saudações acadêmicas e florestais!

Anônimo disse...

Professor, boa noite.
Ainda sobre os numeros apresentados, divida publica em particular: nao seria mais interessante visualizarmos a divida publica em relacao ao total arrecadado pelo governo ao inves desta relacao com o pib? Pergunto pois se o pib e 3, o governo arrecada 2 e a divida e 1, entao o governo tem (a disposicao) 2 para trabalhar a divida, nao 3, que e o total produzido pela sociedade.
Coloquei a expressao em parenteses pois deste total, ha inumeras despesas obrigadorias, que estao amarradas desde o inicio. Entao, para ser mais exato ainda, a divida publica deveria ser relacionada com o quanto o governo tem a disposicao para paga-la, nao com o que arrecada e muito menos com o pib. Estes sao alguns pensamentos que tive ao ler historia das doutrinas economicas, de paul hugon. Mais especificamente o capitulo sobre keynes.
Obrigado pelo tempo, parabens pelo blog.
Gustavo stein