segunda-feira, 14 de maio de 2012

Taxa zero: vamos comprar?


Os grandes bancos privados, a exemplo do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, estão reduzindo as taxas de juros cobradas quando de seus empréstimos e financiamentos.

É saudável que isso ocorra, porém alguma coisa deveria ser feita com relação a alertar os clientes para o risco que elevadas dívidas provocam no devedor. O brasileiro é um consumidor por natureza, que o digam as lojas localizadas em Nova York,  Miami ou na José Paulino e Oscar Freire. 

O aquecimento do consumo é muito bom, principalmente em ano eleitoral. Porém, ser prudente e respeitar a inflação na sua meta, também não faz mal a ninguém. É preferível um PIB realista, do que números inflados por alguma espécie de bolha. 

Nenhum comentário: