sábado, 4 de abril de 2015

Doutorado em Economia no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) em Belém.

Parabéns a equipe do NAEA em Belém pela excelente notícia abaixo. 
Aconteceu na terça-feira, 31 de março, a Cerimônia de abertura e aula inaugural do primeiro Doutorado em Economia ligado ao Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE), no auditório professor doutor Armando Mendes, no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA). O Doutorado em Economia é o primeiro da Amazônia Legal e dará início às atividades com área de concentração e pesquisa em Desenvolvimento Econômico Regional.
O professor doutor Emmanuel Tourinho, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP), representando o reitor Carlos Edilson Maneschy e os professores Sérgio Rivero, coordenador do PPGE; Armando de Souza, diretor da Faculdade de Ciências Econômicas; e Carlos Maciel, diretor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), estiverem presentes na cerimônia de abertura.
O pró-reitor Emmanuel Tourinho destacou a alegria de viver o início de um novo doutorado para a Universidade, além de ser uma conquista muito importante para a Instituição. O pró-reitor ainda parabenizou a todos e afirmou que tão importante quanto abrir um doutorado é mantê-lo com excelência.
O professor Armando afirmou que os objetivos do Programa são promover e estimular o debate crítico. “O grande desafio do curso de economia é ser disciplinar, mas ao mesmo tempo buscar dialogar com a sociedade. No contexto amazônico é importante dialogar com outras áreas do conhecimento. Trazer os debates atuais para a nossa realidade”, concluiu o professor.
Uma agenda de pesquisa para a Amazônia - Em seguida, ocorreu a aula inaugural “Desenvolvimento Econômico, Território e Meio Ambiente: Uma Agenda de Pesquisa para a Amazônia”, ministrada pelo professor doutor Francisco de Assis Costa, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA). Ele iniciou o discurso mostrando o valor do doutorado para a região. “Representa uma oportunidade importante para o desenvolvimento da reflexão da Amazônia”, afirmou o professor Francisco.
Durante a sua fala, o professor Francisco Costa percorreu vários temas, inclusive a construção do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (PPGDSTU), do NAEA, além de ressaltar que as economias locais e seus sistemas agrários devem ser objetos de investigação, porque podem fomentar ou depredar a capacidade local.
As linhas de pesquisa da nova pós-graduação são: Dinâmica Agrária e Desenvolvimento Sustentável; Economia Regional e Urbana e Economia, Sociedade e Meio Ambiente. A seleção da primeira turma contou com a inscrição de 54 candidatos, destes, 14 foram selecionados. A previsão de formação dos primeiros doutores em Economia da Amazônia será em 2017.
Texto: Lorena Saraiva – Ascom/NAEA.

Nenhum comentário: