Pular para o conteúdo principal

Brasil zero Prêmio Nobel: Marcelo Rubens Paiva excelente!!!

Do blog de Marcelo Rubens Paiva no ESTADÃO de hoje


Lembrança da jornalista Sylvia Colombo:

Argentina 5 prêmios Nobel (três científicos, dois da Paz)
Mexico 3 (Alfonso Garcia Robles, Mario Molina e Octavio Paz)
Colômbia 2 (Gabo e, agora, Santos)
Chile 2 (Pablo Neruda e Gabriela Mistral)
Costa Rica (Oscar Arias)
Guatemala 2 (Miguel Angel Astúrias e Rigoberta Menchu)
Peru 1 (Vargas Llosa)
Brasil NENHUM
Também não temos nenhum Oscar.
Mas sobram Grammy Awards, o grande prêmio da música.
E alguns Emmy, de televisão.
Somos os reis da batucada e do melodrama.
Música é nosso maior bem.
Merecíamos um Nobel por ela.
Merecíamos um Nobel por Noel Rosa, Cartola, Zé Keti, Sargento, Paulinho da Viola, Caetano, Gil, Vinícios, Adoniran, Paulo Vanzolini…
Explicações?
A língua [espanhol é a terceira língua mais falada do mundo], a falta de um líder agregador e pacificador, uma literatura secundária, baixa escolaridade, baixo índice de leitura…
É preciso repensar o Brasil.
Começar tudo de novo.
Escolas, escolas, escolas.
Bibliotecas, bibliotecas, bibliotecas,
Livros, livros, livros.
Um currículo que priorize a leitura.
Não apenas de autores que escrevem em português, mas de clássicos da literatura mundial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gustavo Franco: "Precisamos falar sobre herança."

Neste domingo de outono brasileiro, Gustavo Franco é mais uma vez preciso e didático ao evidenciar a situação atual da economia brasileira. 
Segundo ele, "E não por acidente as quedas no PIB do biênio 2015 e 2016, que se espera que atinjam 3,8% e 3,8%, ultrapassam o que se observou nos anos da Grande Depressão, 1930-31, quando as quedas foram de 2,1% e 3,3%. É fundamental que se tenha clara a exata natureza e extensão da herança, para que as dores inerentes ao árduo trabalho de reconstrução financeira e fiscal do crédito público sejam associadas a quem produziu a doença, e não ao médico."
Um texto para ler e reler.
No ESTADÃO: http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,precisamos-falar-sobre-heranca,10000053939

Revista EXAME: Como roubar uma empresa.

Brasil: PIB 2007 - 2017 com previsões otimistas? Melhor não...

Para iniciar esta semana, neste domingo de sol no nosso outono brasileiro e considerando que o primeiro trimestre de 2016 já é passado, vide acima os resultados do PIB brasileiro para o período de 2007 - 2017, evidentemente com as previsões para os anos de 2016 e 2017. 

Diante desses números e da complexa situação econômica e política brasileira, consideramos muito otimismo um resultado de 1,5% do PIB para 2017.
Porém, como sonhar ainda não está sendo tributado...