Pular para o conteúdo principal

Eleições 2016: prévia dos resultados de 30/10/2016.

Leio agora no site do O ANTAGONISTA que os resultados possíveis para o domingão de eleição será o abaixo. Bem, pelo menos espero que alguns dos resultados sejam diferentes do previsto. 
Também não li na notícia o esperado para Belo Horizonte. 
De qualquer maneira, vamos aguardar os resultados em 30/10/2016. 
Boa sorte a todos! 

O segundo turno está assim, de acordo com o Valor:

Maceió - Rui Palmeira, do PSDB, já ganhou.

Manaus – Arthur Virgílio Neto, do PSDB, é uma barbada.

Vitória – Luciano Rezende, do PPS, está folgado.

Fortaleza – Roberto Cláudio, do PDT, é uma vitória de Ciro Gomes.

Macapá – Clécio Luis é o único triunfo da Rede.

Em São Luís e em Belém, a disputa está apertada.

Em Curitiba, Ney Leprevost virou e tem tudo para ganhar de Rafael Greca.

Em Aracaju, pode dar o comunista Edvaldo Nogueira.

São favoritos:
Florianópolis - Gean Loureiro.

Campo Grande - Marquinhos Trad.

Cuiabá - Emanuel Pinheiro.

Porto Velho - Dr. Hildon.

O resto a gente já sabe:

Marcelo Crivella, no Rio de Janeiro, está eleito, assim como Geraldo Júlio, em Recife, e Nelson Marchezan Júnior, em Porto Alegre.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gustavo Franco: "Precisamos falar sobre herança."

Neste domingo de outono brasileiro, Gustavo Franco é mais uma vez preciso e didático ao evidenciar a situação atual da economia brasileira. 
Segundo ele, "E não por acidente as quedas no PIB do biênio 2015 e 2016, que se espera que atinjam 3,8% e 3,8%, ultrapassam o que se observou nos anos da Grande Depressão, 1930-31, quando as quedas foram de 2,1% e 3,3%. É fundamental que se tenha clara a exata natureza e extensão da herança, para que as dores inerentes ao árduo trabalho de reconstrução financeira e fiscal do crédito público sejam associadas a quem produziu a doença, e não ao médico."
Um texto para ler e reler.
No ESTADÃO: http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,precisamos-falar-sobre-heranca,10000053939

Revista EXAME: Como roubar uma empresa.

Brasil: PIB 2007 - 2017 com previsões otimistas? Melhor não...

Para iniciar esta semana, neste domingo de sol no nosso outono brasileiro e considerando que o primeiro trimestre de 2016 já é passado, vide acima os resultados do PIB brasileiro para o período de 2007 - 2017, evidentemente com as previsões para os anos de 2016 e 2017. 

Diante desses números e da complexa situação econômica e política brasileira, consideramos muito otimismo um resultado de 1,5% do PIB para 2017.
Porém, como sonhar ainda não está sendo tributado...