quinta-feira, 27 de agosto de 2009

EDWARD MOORE KENNEDY: 1932-2009

Este blog não poderia deixar de registrar a morte do último herdeiro da dinastia KENNEDY. Defensor das ideias liberais e um dos congressistas mais influentes dos Estados Unidos, TED KENNEDY tem a nossa admiração e reverência. (Que diferença para "certos" congressistas brasileiros...
Lendo o início de uma matéria na revista AVENTURAS NA HISTÓRIA, realmente o título não poderia ser outro: "Os Kennedys: a realeza americana".

Eles enriqueceram enquanto o mundo ruía, conquistaram o Senado, a Casa Branca e inúmeras beldades de Hollywood. Não fossem as tragédias que assombram sua história, os Kennedys seriam uma família invejável. Era uma ensolarada manhã de setembro do ano de 1953, em Newport, Rhode Island. A igreja de Saint Mary, decorada com crisântemos brancos e gladíolos rosa, recebia 700 convidados ilustres. O arcebispo de Boston presidia a cerimônia de casamento, que, para o regozijo dos presentes, teve direito a bênção papal, através de uma carta enviada pelo próprio Pio XII. Do lado de fora, 3 mil curiosos aglomeravam-se para uma espiadela. A imprensa ocupava-se em registrar os mínimos detalhes. A nação inteira torcia pela felicidade de Jacqueline e John Kennedy. Não fosse pelo fato de eles serem cidadãos de uma república presidencialista, o casamento teria sido uma cerimônia real. Nos Estados Unidos não existem castelos, mas, se existissem, eles teriam sido habitados pela dinastia Kennedy. Porém nem tudo que reluz é ouro na história dessa família. Tragédias também assombram o clã, cuja trajetória política teve início no século 19, quando o primeiro Kennedy decidiu "fazer a América".

Este blog oferece uma passagem de ida aos funerais de Ted Kennedy at 5 p.m. Saturday at Arlington National Cemetery outside Washington, desde que algum dos seus quase dois (milhões) de leitores descubra quem é ele nesta foto acima, de 1937. Afinal, a família KENNEDY faz parte da vida deste blog desde o seu início.

Nenhum comentário: