quinta-feira, 9 de junho de 2016

Brasil = corrupção + crise econômica.

Hoje, um dos melhores títulos de editoriais do ESTADÃO que li nos últimos dias. Corrupção e crise econômica”, resume com inteligência a situação do nosso atual Brasil.

Conforme o jornal, o Banco Mundial passou de 3,9% para 4% a contração econômica prevista para o Brasil em 2016. O crescimento de 1,3% estimado em janeiro para 2017 foi substituído por uma retração de 0,2%. Pelas novas contas, a produção só voltará a aumentar em 2018, com um modesto avanço de 0,8, bem menos de metade da expansão média de 2,1% projetada para a América Latina e o Caribe.


O cenário de contas públicas desarrumadas, baixo investimento e inflação elevada é o mesmo apresentado na maior parte das análises de instituições oficiais e privadas.

Nenhum comentário: