segunda-feira, 1 de março de 2010

JE NE FAILT RIEN SANS GAYETÉ!

Este 1º de Março de 2010 começa muito TRISTE. Além dos graves problemas no país irmão CHILE, que tive a oportunidade de conhecer em fevereiro do ano passado, temos a lamentar a morte de JOSÉ MINDLIN. Um homem raro neste BRASIL de tantos que não lêem, não valorizam a leitura e incentivam cada vez mesmo o prazer da leitura. E viva o BBB10, sem preconceitos, of course!
Aproveitando um gancho do ESTADÃO: "O ex-libris de José Mindlin, selo pessoal que o bibliófilo colocou em sua coleção de livros raros, não poderia identificar melhor quem foi o empresário, intelectual e acadêmico morto neste domingo, 28, em São Paulo, aos 95 anos, após prolongada doença: "Je ne fait rien sans gayeté" (Não faço nada sem alegria). De fato, quem teve o privilégio de conhecer e conviver com Mindlin, sabe que caiu bem na vida do maior colecionador de livros do Brasil a escolha dessa máxima de Montaigne, retirada de seus Ensaios (do qual sua biblioteca tem um raríssimo exemplar, de 1588, que pertenceu ao crítico Saint-Beuve."

Nenhum comentário: