sexta-feira, 31 de julho de 2009

INVESTIMENTO VERSUS ASSISTENCIALISMO

Enquanto países como a CHINA investem em sua infraestrutura, o BRASIL reajusta em 9,68% o valor do benefício do programa Bolsa Família, o que impactará o orçamento 2009 em R$ 406 milhões. O Bolsa Família atende cerca de 11 milhões de famílias e seu orçamento já atinge quase R$ 12 bilhões.
Tenham absoluta certeza meus caros dois (milhões) de (e)leitores: NÃO é com esse exclusivo tipo de "ajuda" que o BRASIL será uma grande potência econômica. Pensar somente em 2010 sem pensar nas contas públicas resultará em graves prejuízos ao país.

Um comentário:

Daniel Simões Coelho disse...

Acho que mais claro que isso é impossível. Chego a duvidar deste potencial todo da China como andam divulgando, mas enfim. O Brasil aprendeu a se acostumar com políticas de esmola. Infelizmente o resultado disso não será o surgimento de uma nova potência na América Latina. Acho que será preciso que o Suriname se torne uma economia maior que a nossa para que o Brasil cresça.