quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

OS NOMES QUE FIZERAM 2009

Sempre gostei de recordar dos principais assuntos que estiveram nas manchetes ao longo do ano que passou. É claro que cada “relação” tem o gosto ou o interesse de quem escreve. Por isso, os principais fatos, por exemplo, citados na TIME, não são os mesmos da VEJA. De qualquer maneira, lendo diversas “listas de 2009”, considerei a abaixo, da FOLHA DE S. PAULO, bastante completa do que realmente vivemos.

Para a nossa recordação, nada como relembrar 2009 nos nomes de:

LULA - Chamado de "o cara" por Obama e eleito personagem do ano pelo espanhol"El País",o petista participou de discussões internacionais sobre o clima,a fome,a crise econômica e foi associado à escolha do Rio para sediar os Jogos de 2016. Internamente, foi alvo de polêmica pelo filme "Lula, o Filho do Brasil", tachado de oportunista, e por ter se empenhado em manter José Sarney na presidência do Senado. Terminou o ano com 72% de aprovação, segundo o Datafolha, um recorde de popularidade.

OBAMA - O casal Obama encabeçou as listas dos mais poderosos, influentes e elegantes. Empossado em janeiro, Barack passou o ano tentando aprovar a reforma no sistema de saúde dos EUA e, externamente, dando justificativas para as ações militares no Afeganistão e no Iraque, que não impediram que ele ganhasse o Prêmio Nobel da Paz. Já Michelle chamou a atenção por suas roupas, quase sempre impecáveis.

JOSÉ SERRA - O governador de São Paulo, que lidera as pesquisas para 2010, passou o ano se esquivando de dizer se vai ser ou não o candidato do PSDB à Presidência. Apesar disso, estendeu sua agenda de viagens para outros Estados e fez propaganda maciça de programas como a lei antifumo e a expansão do metrô. Nos últimos dias do ano, viu Aécio Neves anunciar que desistia de disputar a indicação para o Planalto.

DILMA ROUSSEFF - Escolhida candidata do PT à Presidência por Lula, Dilma aproveitou o ano pré-eleitoral para intensificar sua aparição ao lado do presidente e tentar associar seu nome a programas do governo federal, como o PAC. Foi apresentada como chefe da equipe, mas demorou 40 horas para falar sobre o apagão. Diagnosticada com câncer linfático em abril, anunciou em setembro que tinha terminado o tratamento.

JOSÉ SARNEY - Eleito presidente do Senado em fevereiro, o peemedebista foi o principal personagem da crise que atingiu o Senado por seis meses. Alvo de denúncias de nepotismo, de ter beneficiado parentes por meio de atos secretos e de ter recebido irregularmente o auxílio moradia, Sarney sempre negou as acusações e resistiu no cargo. Escapou, graças ao PT, de processos no Conselho de Ética.

GRIPE SUÍNA - Surgida no México, em março,a nova doença respiratória deixou ao menos 10.582 mortos em mais de 208 países até dezembro, segundo a OMS. No Brasil, o Ministério da Saúde registrou mais de 1.600 mortes no período. Para 2010, o governo promete vacinar os mais vulneráveis ao vírus.

APAGÃO - Cerca de 70 milhões de pessoas de 18 Estados brasileiros ficaram sem energia elétrica por mais de três horas em novembro. O governo culpou o mau tempo pelo ocorrido.

AHMADINEJAD - O iraniano protagonizou a eleição presidencial mais tensa de 2009. A disputa, em junho, teve acusações de fraude e protestos da oposição, reprimidos violentamente pelo governo. Reeleito, Ahmadinejad foi recebido no Brasil por Lula.

CIRO GOMES - Apesar de dizer que é candidato a presidente, o deputado federal (PSB) transferiu seu título de eleitor do Ceará para São Paulo, deixando aberta a possibilidade de concorrer ao governo paulista.

MICHAEL JACKSON - O Rei do Pop morreu em junho, aos 50 anos, em decorrência de uma parada cardíaca provocada por uma quantidade letal de analgésico aplicada por seu médico particular. O cantor se preparava para uma turnê.

RIO-2016 - Após três tentativas frustradas de organizar uma Olimpíada, o Rio ganhou a disputa pela sede dos Jogos de 2016, os primeiros na história a serem organizado sem um país sul-americano. A cidade venceu Madri, Tóquio e Chicago e irá investir R$ 25,9.

LEI ANTIFUMO - Em vigor desde agosto em SP, a lei antifumo baniu a fumaça de ambientes coletivos fechados.Além dos fumantes, donos de bares e restaurantes se queixaram da nova regra, que acabou adotada em outros lugares do país.

AIR FRANCE - O Airbus que cumpria o voo 447 da Air France saiu do Rio em 31 de maio e caiu no oceano Atlântico, deixando 228 mortos. A caixa preta jamais foi localizada e as investigações não esclareceram a causa do acidente.

BERLUSCONI - O premiê deu tanto o que falar em 2009 que acabou até eleito "astro de rock do ano" pela "Rolling Stone" italiana. Suspeito de envolvimento com prostitutas e com a máfia e réu em processos por suborno e fraude fiscal, Silvio Berlusconi fechou o ano se recuperando de uma agressão no rosto.

NELSINHO PIQUET - O piloto fez parte de um dos maiores escândalos da F-1 ao revelar, em julho, que bateu o carro de propósito em 2008, a pedido da Renault, para ajudar seu companheiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso.

PRÉ-SAL - Foram lançadas em agosto as regras de exploração do pré-sal, coma troca do sistema de concessões pelo modelo de partilha de produção. A mudança prevê capitalização recorde da Petrobras, estimada em até R$ 100 bilhões, a criação de uma estatal do setor e a montagem de um fundo para investir em educação, combate à pobreza, tecnologia, cultura e ambiente.

RONALDO+CORINTHIANS - Ronaldo, que escolheu o Corinthians para voltar a jogar no Brasil, teve papel importante nas conquistas dos títulos do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. Fora dos campos, fez uma lipoaspiração na barriga, terá um filho coma mulher, Bia Antony, e, claro, foi visto em algumas noitadas.

TWITTER - O Twitter virou fenômeno da internet e se tornou palco para revelações de políticos, esportistas e celebridades. O sistema de microblog anunciou o nascimento do filho de Ivete Sangalo e a renúncia "irrevogável" de Aloizio Mercadante da liderança do PT no Senado, além de permitir que a população do Irã denunciasse a repressão durante as eleições.

ZELAYA - O então presidente de Honduras, Manuel Zelaya, que tentava reformar a Constituição, sofreu um golpe, em junho, orquestrado por Congresso, Suprema Corte e Forças Armadas. As negociações para reconduzi-lo ao cargo foram frustradas, e ele se refugiou na embaixada brasileira de Tegucigalpa, onde passou o Natal.

COPENHAGUE - Um dos eventos mais esperados do ano, a conferência do clima fracassou ao não formular um acordo para conter o aquecimento global e ao empurrar as expectativas para 2010.

DUNGA - Apesar da desconfiança de parte do público e da imprensa, Dunga classificou a seleção brasileira para a Copa da África do Sul com três rodadas de antecedência e com uma vitória sobre a Argentina.

MARINA SILVA - A senadora e ex-ministra do Meio Ambiente anunciou sua saída do PT, rumo ao PV, pelo qual vai disputar a Presidência.

CAMPEONATO BRASILEIRO - O torneio mais emocionante da era dos pontos corridos só conheceu seu campeão na última rodada. O Flamengo, líder por apenas uma semana, voltou a ganhar o título do Brasileiro depois de 17 anos, graças a atuações de Adriano, de volta ao Brasil em 2009, Petkovic e do técnico Andrade.

ROGER ABDELMASSIH - Um dos mais famosos especialistas em reprodução assistida do país, Roger Abdelmassih, 65, teve o registro profissional suspenso e foi preso em agosto sob a acusação de ter cometido 56 estupros contra pacientes. Foi solto na antevéspera do Natal por ordem do STF.

ENEM - No ano de sua reformulação para substituir o vestibular de parte das universidades federais, o Enem foi cancelado devido ao vazamento da prova, prevista para outubro.Um novo exame foi aplicado em dezembro, mas quase 40% dos candidatos não compareceram.

HÉLIO OITICICA - Em outubro,um incêndio queimou 30% das obras do artista plástico Hélio Oiticica (1937-1980) que estavam guardadas na casa de seu irmão César, no Rio.

KARZAI - Pela primeira vez em oito anos, o Afeganistão teve eleições para presidente sob responsabilidade das autoridades locais. Numa disputa marcada por fraudes, Hamid Karzai foi reeleito.

GISELE BÜNDCHEN - O casamento da top de 29 anos, em cerimônia reservada, com o jogador de futebol americano Tom Brady, 32, no início do ano, provocou frisson na mídia especializada em celebridades. Em 2010, as atenções devem ir para Benjamin, seu primeiro filho, nascido em dezembro.

BERNANKE - Eleito como"Personalidade do Ano" pela revista americana "Time", Ben Bernanke, presidente do BC americano, foi responsável por conduzir a saída dos EUA da recessão, classificada por ele como "a pior crise financeira desde os anos 30".

CESAR CIELO - O brasileiro se tornou o maior velocista da natação ao ganhar o ouro nos 100m livre, com novo recorde mundial, e nos 50m livre no Mundial de Roma, em julho e agosto. Aos 22 anos, fechou o ano quebrando também o recorde dos 50m livre.

FELIPE MASSA - O piloto da Ferrari foi atingido, durante os treinos para o GP da Hungria, em julho, por uma mola que escapou do carro de Rubens Barrichello. Precisou fazer cirurgias e se recuperou bem, mas só voltará a correrem 2010.

JOSÉ ROBERTO ARRUDA - O governador do Distrito Federal protagonizou o escândalo chamado de "mensalão do DEM", esquema de distribuição de propinas. Único governador eleito pelo DEM, ele acabou se desfiliando da sigla para não ser expulso.

USAIN BOLT - O jamaicano, o homem mais veloz do mundo, se tornou, no Mundial de Berlim, em agosto, o primeiro atleta a quebrar os recordes dos 100m e dos 200m em um mesmo mundial de atletismo.

LÉVI STRAUSS - O antropólogo francês Claude Lévi-Strauss, pai do estruturalismo, morreu em outubro, a menos de um mês do seu 101º aniversário.

JESUS LUZ - Ao lado de Madonna desde dezembro de 2008, o brasileiro viveu uma alavancada em sua carreira neste ano, atuando como modelo e DJ, o que tem lhe rendido polpudos cachês.

Nenhum comentário: