sábado, 16 de outubro de 2010

EQUILÍBRIO NAS CONTAS PÚBLICAS.

Numa época de contas governamentais que não fecham, nada como recordar do economista inglês ARTHUR CECIL PIGOU quando afirmou que “Ter lugar para cada coisa e ter cada coisa em seu lugar, eis o orçamento mínimo.”

Nenhum comentário: