segunda-feira, 11 de outubro de 2010

NOBEL DE ECONOMIA 2010

Os professores americanos Peter Diamond e Dale T. Mortensen e o britânico-cipriota Christopher Pissarides são os ganhadores do Nobel de Economia de 2010, segundo anunciou nesta segunda-feira, em Estocolmo, a Academia Sueca de Ciências.

Os três economistas foram premiados pela elaboração de uma teoria abrangente que estuda os efeitos negativos ligados às atuais altas taxas de desemprego, marca da crise econômica, segundo a Academia.

Os estudos focam nos chamados "search markets" (mercados de busca), como o mercado de trabalho, nos quais é necessário empregar tempo e recursos econômicos para que se encontrem oferta e demanda.

Isso cria "atritos" na busca, que se traduzem em trabalhadores parados, insatisfeitos e sem renda, o que também afeta negativamente as empresas.

A teoria dos três economistas é "extremamente útil" para que sejam desenvolvidas as políticas econômicas, e para explicar problemas em microeconomia, consumo das famílias e questões do mercado imobiliário, segundo a Academia.

"As atuais taxas de desemprego são um grande problema em termos de política econômica. Os modelos tradicionais não encaixavam bem com a nova realidade" derivada da crise, explicou o professor Pissarides, que desenvolve sua atividade na London School of Economics and Political Science, no Reino Unido.

Diamond é professor de Economia no Instituto de Tecnologia de Massachussets (Estados Unidos), enquanto Mortensen trabalha na Northwestern University (EUA).

Com o anúncio do Nobel de Economia, foram finalizadas hoje as nomeações dos prêmios de mais prestígio. Todos serão entregues em 10 de dezembro, em cerimônias paralelas em Estocolmo -- para os correspondentes ao âmbito cientista, econômico e de Literatura -- e em Oslo -- Nobel da Paz.

Cada um dos prêmios é dotado de 10 milhões de coroas suecas (US$ 1,5 milhão).

Na última segunda-feira (6), foi anunciado o britânico Robert G. Edwards como o agraciado do prêmio de Medicina; ao que seguiu o de Física, na terça-feira, partilhado pelos russos Andre Geim e Konstantin Novoselov.

Na quarta-feira, o Nobel de Química foi anunciado para o americano Richard Heck e os japoneses Ei-ichi Negishi e Akira Suzuki. Um dia depois, o peruano Mario Vargas Llosa foi nomeado para o prêmio de Literatura.

O Nobel da Paz ficará a cargo do dissidente chinês Liu Xiaobo, que está preso.

Fonte: FOLHA DE S. PAULO.

Nenhum comentário: