terça-feira, 6 de setembro de 2011

Atenção colegas da USP e da Unicamp.


É um prazer saber que a USP e a Unicamp estão entre as 300 melhores escolas do mundo. Reconheço que ranking é um coisa complexa e muitos sempre reclamarão dos métodos adotados, mas sempre é importante estar citado entre os melhores.  

A Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) são as duas únicas representantes brasileiras entre as 300 melhores escolas do mundo segundo o ranking inglês QS World University de 2011. A lista, publicada anualmente, leva em conta a opinião de 33 mil acadêmicos de todo o mundo e 16 mil empregadores de recém-formados, além das citações científicas feitas às instituições.

A USP, que ficou na 169ª colocação, aparece entre as 200 melhores pela primeira vez desde que o ranking é feito, há sete anos. A Unicamp figura na posição 235. Completam o rol latino-americano a Universidade Nacional Autônoma do México (Unam), que ficou ao lado da USP na posição 169, a Pontificia Universidade Católica do Chile (250) e a Universidade do Chile (262).

A primeira posição continua com a Universidade de Cambridge, posto tomado de Harvard em 2010. O MIT, por sua vez, subiu da quinta para a terceira posição, ficando à frente de Yale e Oxford. Entre as 300 melhores, há escolas de 38 países. Os Estados Unidos dominam os primeiros lugares da lista - são 13 universidades entre as 20 melhores e 70 no total. O Reino Unido tem 5 representantes nas 20 primeiras posições

Um comentário:

Pedreliano disse...

Parabéns para as duas!!! Mas sou fã mesmo da UFRA E UFPA, estas lutam pelos povos amazônicos!!!