domingo, 7 de dezembro de 2008

INFLAÇÃO + CRESCIMENTO = POSSÍVEL?

Há poucos dias li na Folha sobre a pressão que o Presidente Lula está fazendo sobre o BACEN para reduzir a taxa de juros (atualmente em 13,75%aa) na próxima reunião do COPOM. Enquanto isso, eu aqui no meu canto na Selva, que torço tanto pela independência do Brasil, digo, do BACEN, tenho que ler tamanha notícia. Trabalhei muito no banco na época da inflação e não tenho nenhuma saudade dela. Por que ainda temos colegas que entendem que INFLAÇÃO pode conviver, e bem, com o CRESCIMENTO ECONÔMICO? Ou esqueçem que dragão sempre come alguma coisa???

Hoje o blog http://gustibusgustibus.wordpress.com/ comentou sobre o assunto, o que não posso deixar de publicar conforme abaixo: Lula estuda limitar autonomia do BC sobre juros. Podem se preparar para conviver com um inflação mais alta, caso isso realmente aconteça. Para curar a “doença” da inflação, existem dois remédios: política monetária e política fiscal. Por aqui na Selva, a política fiscal é expansionista, basta ver o crscimento dos gastos do governo, restanto somente a política monetária como “remédio”. Se o nosso ilustre presidente quer eliminar esse “suprimento”, vamos ter que conviver com esta doença tão comum na década de 1980 até meados de 1990.

Um comentário:

Matheus Pacini disse...

Boa tarde João!
Tudo certo contigo?
Obrigado por participar de meu blog. É a primeira vez que entro em contato com teu blog, deveras interessante! Mantemos contato e fazemos o intercâmbio de artigos!
Um grande abraço,
Matheus Pacini
economiapratica.blogspot.com