Pular para o conteúdo principal

Chair Janet L. Yellen: The Economic Outlook 2016.

The U.S. economy has made further progress this year toward the Federal Reserve's dual-mandate objectives of maximum employment and price stability. Job gains averaged 180,000 per month from January through October, a somewhat slower pace than last year but still well above estimates of the pace necessary to absorb new entrants to the labor force. The unemployment rate, which stood at 4.9 percent in October, has held relatively steady since the beginning of the year. The stability of the unemployment rate, combined with above-trend job growth, suggests that the U.S. economy has had a bit more "room to run" than anticipated earlier. This favorable outcome has been reflected in the labor force participation rate, which has been about unchanged this year, on net, despite an underlying downward trend stemming from the aging of the U.S. population.
More: 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gustavo Franco: "Precisamos falar sobre herança."

Neste domingo de outono brasileiro, Gustavo Franco é mais uma vez preciso e didático ao evidenciar a situação atual da economia brasileira. 
Segundo ele, "E não por acidente as quedas no PIB do biênio 2015 e 2016, que se espera que atinjam 3,8% e 3,8%, ultrapassam o que se observou nos anos da Grande Depressão, 1930-31, quando as quedas foram de 2,1% e 3,3%. É fundamental que se tenha clara a exata natureza e extensão da herança, para que as dores inerentes ao árduo trabalho de reconstrução financeira e fiscal do crédito público sejam associadas a quem produziu a doença, e não ao médico."
Um texto para ler e reler.
No ESTADÃO: http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,precisamos-falar-sobre-heranca,10000053939

Revista EXAME: Como roubar uma empresa.

Brasil: PIB 2007 - 2017 com previsões otimistas? Melhor não...

Para iniciar esta semana, neste domingo de sol no nosso outono brasileiro e considerando que o primeiro trimestre de 2016 já é passado, vide acima os resultados do PIB brasileiro para o período de 2007 - 2017, evidentemente com as previsões para os anos de 2016 e 2017. 

Diante desses números e da complexa situação econômica e política brasileira, consideramos muito otimismo um resultado de 1,5% do PIB para 2017.
Porém, como sonhar ainda não está sendo tributado...