domingo, 14 de setembro de 2008

MERCADO: OFERTA X DEMANDA

Neste final de semana em Belém ao abastecer com 40,177 litros de gasolina meu possante carro 1.0, verifiquei que a R$ 2,769 o litro, fui debitado diretamente na minha conta bancária o valor de R$ 111,25.
Ao perguntar ao frentista o motivo do aumento, ele calmamente explicou-me que o abastecimento em Belém estava com problemas devido a dificuldades e atrasos na atracação de navios devido a maré etc etc etc.
Na hora fiquei em dúvida: esta mesma explicação eu escutara dias atrás e, pelo que tinha lido depois, o abastecimento na cidade estava normalizado. Portanto, NÃO teria motivos para CONTINUAR com o preço no mesmo patamar de alta.
Afinal, quanto tempo demora para que a lei da Oferta e da Demanda funcione em Belém e o Preço de Equilíbrio retorne ao seu lugar? Como sabemos que os mercados se movem para o equilíbrio, "desconfio" que algo esteja errado neste atual preço da nossa gasolina (uma das mais caras do Brasil).
Acreditando que os donos de postos aumentaram seus preços numa tentativa de conter o consumo, porque agora, com os postos reabastecidos pelos navios, os donos não retornam seus preços ao que nós, consumidores, estávamos pagando anteriormente?

Nenhum comentário: