sábado, 24 de março de 2012

Protecionismo x Abertura?


No momento que a presidente Dilma Rousseff fala a VEJA que “o que vamos continuar fazendo é contrabalançar com medidas defensivas as pressões desestabilizadoras externas, que estão carreando para o Brasil quantidades excessivas de capital especulativo”, lembro o que Mário Henrique Simonsen escreveu em 07.02.1990:

Na realidade, o que mostram as experiências do México e Chile é que a liberação do comércio costuma beneficiar o grosso da indústria. Isso porque a maioria eficiente livra-se da contaminação dos ineficientes. Sucateia-se apenas aquilo que já era sucata e não se sabia. Não se faz omelete sem quebrar ovos.”

Recente editorial do GLOBO afirma que “a Brasília atual tem a cabeça nas décadas de 70 e 80”. E acrescenta que “o câmbio é um problema, porém ele é efeito de várias causas. A solução efetiva está no aprimoramento das condições de competição brasileiras. Menos impostos, legislação trabalhista moderna, melhor infraestrutura, menos burocracia, mão de obra mais bem adestrada.”      

Nenhum comentário: